Identifique o que é vital e elimine o resto

Essa é a principal mensagem do livro Essencialismo de Greg Mckeown.

Em uma era em que as pessoas reclamam da falta de tempo e se sentem sobrecarregadas, o autor apresenta uma solução que vai muito além da gestão do tempo e da priorização de tarefas.

Segundo Mckeown, precisamos nos tornar essencialistas e o primeiro passo para isso é aprender sobre o poder da escolha: “Tornar-se essencialista exige a conscientização da capacidade de escolher. Precisamos reconhecê-la como um poder invencível dentro de nós, que existe separado e distinto de todas as outras coisas, pessoas ou forças”.

Ele demonstra no livro que se uma pessoa não decide por si mesma, outras pessoas irão fazer isso e assim ela irá perder aquilo que é mais significativo. Dessa forma, aponta que é preciso fazer a pergunta certa a cada nova demanda.

“O não essencialista aborda cada dilema desses se perguntando: Como fazer ambos? Os essencialistas fazem a pergunta mais difícil, mas em última análise mais libertadora: Que problema eu quero? Ele busca deliberadamente perder para ganhar. Age por si em vez de esperar que ajam por ele”, afirma o autor.

Assim, trabalhando as diferenças ente o ser essencialista e o não ser, Mckeown vai mostrando o caminho que devemos seguir para nos tornarmos essencialistas.

• O livro Essencialismo (editora Sextante) está à venda nas principais livrarias físicas e digitais do país.