O que é ser um conselheiro?

O dicionário Houaiss define que conselheiro é aquele que orienta, indica, sugere, recomenda, troca ideias, opiniões ou que se reúne para debater assuntos com o objetivo de chegar a um consenso. Mas quais habilidades um conselheiro precisa ter e qual o papel dele dentro de uma família empresária?

“Ele deve ter um perfil mediador, conciliador e agregador, e ser reconhecido pelos demais membros da família como alguém que tem boa comunicação e que se preocupa em integrar os demais membros. Ser cooperativo e saber perceber as necessidades de cada um também é importante”, descreve o consultor de Famílias Empresárias, João Prates, que já acompanhou a formação de muitos Conselhos de Família.

O Conselho de Família é responsável pela interface com outros órgãos de governança, com a finalidade de abordar as questões da sociedade, empresa e da família.

“O objetivo do Conselho é incentivar a integração da família, fomentar a discussão desses três temas, promover a comunicação entre os membros, acompanhar a educação das novas gerações e apoiar na construção da carreira de cada um”, acrescenta João.

Nem todos os integrantes de uma família empresária são hábeis em todos os papéis que um conselheiro precisa desempenhar, por isso, além de ser reconhecido como liderança e ser eleito pelos demais, ele precisa ser capacitado e desenvolvido para todas essas responsabilidades. Esse trabalho pode ser feito por meio de mentoria com viés comportamental que o habilitam a exercer esse papel e para que tenha condições de lidar com assuntos necessários, com conversas corajosas e, muitas vezes, difíceis.

João lembra que cada família decide sobre a formatação do seu Conselho, por meio de combinações que farão parte de um protocolo familiar, o qual formalizará a governança familiar e corporativa.

Nesse fórum também são elaborados códigos de conduta nos quais também são desenhados o planejamento estratégico da família empresária.

“É importante lembrar que o conselheiro é alguém que volta seu olhar para as pessoas, para seus familiares e trabalha para o crescimento individual e do grupo. Ter essa compreensão e a habilidade de mediar conflitos é fundamental na hora de eleger um Conselho de Família”, conclui.

Quer saber mais sobre os Conselhos de Família? Leia aqui um artigo elaborado por João Prates sobre essa estrutura essencial para a governança familiar.