Sistemas auxiliam na gestão financeira

A transparência e a prestação de contas são dois dos quatro pilares que sustentam a governança. No contexto da gestão do patrimônio familiar, ter meios confiáveis que possibilitem o acompanhamento e controle dos ativos é fundamental para a o bom funcionamento de um family office.

A terceirização de plataformas que permitam a gestão de investimentos tem se mostrado uma alternativa inteligente, econômica e eficaz. E a preferência por essa modalidade tem seus motivos: diferentemente do desenvolvimento interno, que exige um alto investimento financeiro e foco de uma equipe exclusiva para o projeto, a contratação de um sistema elaborado por uma empresa especialista é muito mais simples e ainda traz uma série de vantagens agregadas.

A pesquisa Family Office Report Brasil, detectou que 53% dos family offices do país já utilizam um sistema de consolidação dos investimentos. Neste whitepaper desenvolvido pela BRITech, empresa apoiadora do 10º Painel de Famílias Empresárias, promovido pelo Instituto Sucessor em 2018, esse tema é abordado com o foco de auxiliar na tomada de decisão sobre desenvolver um sistema interno, ou adquirir um Software as a Service (SaaS) disponível no mercado.

Confira dados essenciais como:

  • O impacto do custo de um sistema proprietário
  • O risco de manter o software somente com o time interno
  • A importância de um Acordo de Nível de Serviço (SLA)
  • Flexibilidade do sistema para absorver novas demandas

Além dessas, é claro, muitas outras questões centrais são abordadas neste material. Assim, você ganha suporte para compreender melhor as características da estratégia de terceirização de sistemas para gestão de investimentos. O whitepaper está disponível para download gratuitamente!